domingo, 28 de outubro de 2018

O mais belo horizonte há de brilhar


Se você já teve a chance de estar em uma praia.. talvez mesmo em um grande campo.. em uma área onde pudesse acompanhar o Sol nascer.. em como ele surge.. lá no horizonte.. com todo seu brilho.. resplendor e beleza...

Pode ser até que nestes mesmos campos ou praias.. hora ou outra.. uma tempestade surgia.. impedindo ver aquele Sol de tantas manhas.. e talvez ainda mesmo que em outros dias.. a tempestade persistia em esconder seu brilho...

Mas, eis que surge o dia.. o dia que o Sol irrompe por entre as nuvens.. mostrando toda a sua força.. seu brilho.. seu mais belo horizonte...

Pois saiba.. ou ainda.. perceba-se percebendo-se agora mesmo.. que ainda que as tempestades perdurassem.. o Sol sempre esteve ali.. nunca deixou de brilhar.. e que ele sempre volta a brilhar.. trazendo toda sua beleza nos horizontes..

Ótima semana, plena da confiança!!!
Paz e Luz


domingo, 24 de junho de 2018

Coexista e Progrida


Salve!!

Muitas vezes.. em nosso dia a dia, em meio às nossas preocupações, estamos tão em modo "automático" que sequer notamos ao nosso redor.. como que se o meio em que estamos não nos influenciasse ou ainda, como que se nós mesmos também não influenciássemos ao nosso redor.. já imaginou o que nosso modo de agir pode estar causando àqueles que sequer conhecemos?.. E como que o contrário também poderia ser verdadeiro??..

Pois bem.. permitindo-se permitir, vamos nos lembrando por algum momento.. mesmo que a data não seja exata não importa.. recente ou mesmo durante a infância.. algum momento onde esteve num campo, com algumas árvores frutíferas.. percebendo que se pode criar esta imagem agora mesmo em sua mente.. note a localização destas árvores.. suas cores.. o formato peculiar de cada uma de suas folhas.. como que sendo uma identidade única em uma vastidão de folhas num mesmo ambiente.. talvez.. você possa sentir a textura dos galhos e até um leve aroma que a brisa traz ao atravessar os galhos carregados de frutas.. note como tudo está em harmonia.. imerso em seu meio...

E ainda neste campo.. note quantas mais árvores ao redor.. já percebendo como todas estão em harmonia umas com as outras.. com o solo que fornece a sustentação e os minerais necessários.. a água que chega das mais diversas formas até a árvore.. que depois chegará a seus frutos... frutos que posteriormente levarão suas sementes a outros campos tantos.. e já ciente deste e permitindo-se perceber.. que talvez a harmonia se dê também por que cada uma destas árvores toma para si apenas aquilo que precisa.. por dar somente tudo aquilo que ela pode.. sem precisar extinguir os minerais do solo e permitindo que outras árvores mais possam também crescer ao seu redor.. árvores estas que também atraem animais e insetos.. que em seu meio também ajudam a manter o meio das árvores.. vários meios... e todos em perfeita harmonia...

Agora.. voltando ao nosso dia a dia.. quantas vezes nos pegamos estando fora de harmonia com nosso meio?.. tomando o que não precisamos ou o que não nos pertence.. não permitindo que os demais tomem o que lhes pertence.. ou obstruindo o crescimento ao nosso redor?.. quantas vezes não estamos sendo realmente éticos com o meio em que vivemos.. e.. com nós mesmos?..

Pense nisso!!

Ótima semana!!
Paz e Luz

domingo, 8 de abril de 2018

Sob a luz de tua sombra

"Um sinal de que estamos recebendo a luz é quando ela nos mostra nossa sombra, e é por isso às vezes fechamos a janela, para que a luz não entre" [Jean-Yves Leloup, 2013, Retiro "O Sentar e Caminhar"]

Eu Te Vejo!

Por vezes.. em nosso dia a dia, em nossa caminhada por esta experiência de vida.. nos vemos meio que emaranhados em uma grande quantidade de problemas, de emoções aflitivas.. de tanta, mas tanta dor, que nos questionamos o porquê de estarmos passando por tais momentos, do que fizemos para merecer tudo isso...

E ainda.. após tantos e tantos momentos conturbados e doloridos, quando não mais acreditamos suportar tudo isso de novo.. por vezes escondemos toda nossa dor, toda nossa aflição, nos meandros mais fundos tão quanto não possamos mais enxergá-los.. acreditando que deste modo a dor diminua...

Mas.. permita-se refletir, ainda que por um breve momento.. que estas dores pudessem ser como sombras, as mesmas sombras que podemos observar numa manhã, quando o sol incide diretamente sombre uma pequena flor em um jardim.. de modo que ali.. naquele gramado.. que como que num espelho a sombra desta mesma flor é projetada.. percebendo todos os detalhes.. como que dependendo da posição do sol a forma da sombra pode mudar.. aumentar ou diminuir.. tomar diferentes formas que sequer se reconheça a flor em sua própria sombra.. Mas, perceba também, que a flor não muda, que sua beleza não muda, e que talvez ela fique ainda mais radiante quando exposta ao sol.. ainda que sua sombra esteja distorcida.. a flor continua sendo a mesma.. mesmo que se mostre distorcida em sua própria sombra...

E notando o quanto a luz do sol pode ampliar a beleza da flor.. perceba-se percebendo.. que ela continua sob a luz.. mesmo que sua própria sombra distorça toda a realidade.. a realidade da beleza de sua própria essência...

Paz e Luz
Ótima semana! Que todas as sombras sejam vistas, pela beleza do que elas estão refletindo em verdade!!...

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

A cada página errada, vire a página e comece de novo!!


Eu Te Vejo!!

Quantas e quantas vezes.. nos questionamos porque cometemos tantos enganos.. ou ainda.. por que nada dá certo... nos sentimos cobrados continuamente pelo mundo cotidiano... nos cobramos tanto a nós mesmos...

Mas.. como era alguns anos atrás?... lembra nos primeiros anos de estudo?... os primeiros cadernos?... perceba-se agora mesmo percebendo como era naquela época... quando ao escrever... quantos letras faltavam hora ou outra... ou um acento... e os desenhos?.. ah.. aquelas cores nos levavam a imaginação... que pareciam horas e horas de pintura... lembra de como se sentia?... lembra da felicidade em aprender algo novo?... lembra da coragem em arriscar... os primeiros rabiscos... as frases ali, escritos, que traziam tantos significados.. lembra de como foi começar a escrever o próprio nome?... lembra??...

Pois permita-se lembrar também.. que mesmo sendo outra época, você... ainda era você mesmo... a cada palavra incorreta vinha uma nova palavra correta... lembre que inexistia a culpa.. apenas o aprender... a cada palavra.. a cada linha... a cada página...

Mas... e se?... E se a vida pudesse ser tomada como um caderno?... se a vida fosse como se estivéssemos aprendendo a escrever... a escrever nossa própria vida... e ainda hora ou outra possa ocorrer um pequeno engano... e assim pudéssemos reescrever da forma correta... e se... pudéssemos levar a vida com a mesma coragem... com a mesma felicidade em aprender algo novo.. em virar a página.. todo dia?...

E se.. pense nisso...

Ótima semana!!
Paz e Luz

PS: Inspirações vindas desta música!!!